quarta-feira, 6 de maio de 2015

Nota Política da UJC-MG Sobre a Vitória Nas Eleições do DCE da UFMG

Vivemos num contexto de crise econômica onde capitalistas e governos tentam jogar a conta da crise nas costas d@s trabalhador@s e da juventude. As estratégias utilizadas já são conhecidas: retirada de direitos, aumento da exploração, arrocho, corte de verbas em programas sociais; colocando assim a máquina do Estado para atender os interesses dos capitalistas na exata medida em que para a juventude e os trabalhadores só sobrem o porrete.

Neste contexto, estamos presenciando um verdadeiro desmanche da educação pública, além de uma verdadeira ofensiva do capital sobre as universidades federais. Essa ofensiva tem se dado através de uma serie de ações; sejam elas pela atuação das fundações privadas no interior das universidades, ou mesmo, pela privatização do serviço universitário hospitalar.

Nesse cenário, a vitória nas eleições para o DCE da UFMG da chapa Virada representou uma vitória da unidade! Assim foi o resultado das eleições do DCE-UFMG que aconteceu entre os dias 29 e 30 de Abril. Com 2348 (45,52%) dos votos, a Chapa Virada, composta pelos coletivos de esquerda socialista presentes na universidade (UJC/MUP, UJR, UFMG sem Catracas, Isegoria, Vamos a Luta, Voz Ativa, ANEL e Brigadas Populares), além de estudantes independentes, conseguimos superar a situação governista e a oposição de direita. Com o lema “Por um DCE independente do governo e do congresso Nacional, que combata os cortes de verbas na educação e lute por uma universidade pública, gratuita, emancipatória e de qualidade!”, a construção do programa da chapa foi realizada através de rodas temáticas amplas e abertas a participação de tod@s @s estudantes, e algumas das propostas apresentadas foram: 

-Redução dos preços do bandejão
-Construção de creches e fraldários pelo campus
-Aumento das todas as bolsas e expansão da moradia estudantil
-Ônibus intercampi
-Pelo uso do nome social na universidade. 

A Virada que desde sua composição já saiu vitoriosa, configurando uma unidade que há muito não se via no movimento estudantil da UFMG, agora têm o desafio de ir além dos muros da universidade e resgatar a importância histórica que o movimento estudantil sempre teve nas transformações políticas do país. É hora da VIRADA!!

UJC – MG
Ousar lutar, ousar vencer!

Nenhum comentário:

Postar um comentário